POESIAS

VOLTAR

Da permanente beleza

Da permanente beleza

Vida breve:pouca sorte,
mas a nobreza persiste:
há beleza até na morte.

Cineas Santos Autor Cineas Santos MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE