POESIAS

VOLTAR

PALHAÇO

PALHAÇO

Eu sou um palhaço!
Nas palhaçadas do mundo,
Minha vida é um circo.
Meu público, você que me cerca.
Sorrio o sorriso da não alegria,
Um reflexo da pintura da minha boca.
Já meu olhar desnuda os sentimentos.
A máscara escorrega do meu rosto,
A luz clara me expõe ao mundo.
No ofício do fazer rir, meu riso chorado.
Na luta para nutrir a sobrevivência,
O instinto me ensinou a mascarar.
Perdi a originalidade dos inocentes,
Fingi numa falsidade tolerante
Um costume cada vez mais usual,
Que nos faz a todos palhaços,
Com ou sem entrada,
Dentro ou fora do circo.

www.camarabrasileira.com
Obra registrada no EDA.

João Freitas Filho Autor João Freitas Filho MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE