POESIAS

VOLTAR

Anabela

Pensei que vinhesse com a bula
Detalhando todas as contraindicações
Com o manual em russo com as instruções
Homem usa розовый, mulher синий...
Mas penso que foram as estações
Ou frevo do carnaval ou as doses de Bacardi
Talvez seu desejo ampliado em orações
Graças a Deus, aos deuses, a Iansã e Ibêji
Que veio você Bela, nossa Anabela
Tropecei no labirinto rosa, e me perdi
Mas por minha ventura Anabela
Já és a musa de todas as minhas primaveras...

Michel Fernandes Autor Michel Fernandes MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE