POESIAS

VOLTAR

Sozinho

Sozinho sou estrela distante a brilhar, sou beleza viva que brilha sem ninguém poder enxergar.
Sozinho sou cäo de caça à espera do anoitecer, sou a sabedoria negra que se move sem ninguém ver.
Sozinho procuro a sorte e é ela que vem me buscar, jogo o jogo dos dados sempre apostando no azar.
Sozinho encontro a música que fala no pensamento, uma melodia triste que brota da solidäo.
Sozinho construo o eterno em cada momento, somando versos e rimas ás imagens da imaginaçäo.
Sozinho sou fábrica de barro que trabalha ao descansar, sou mais um tijolo no muro que estäo prestes a derrubar.
Sozinho observo o tempo que näo se cansa de andar, e bebo da Fonte Da Juventude deixando a vida passar.

Denis W Bassedone Autor Denis W Bassedone MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE