POESIAS

VOLTAR

felicitações

Ah, que menina doce
Daquelas de sorriso tímido
Carrega em seu olhar um brilho único
De alma e corpo puro

Uma paixão adormecida
Essa que carrego por essa menina
Teus lábios quero beijar
Mas esta poesia é para desejar

Que você continue a carregar
A paz em teu olhar, a doçura por onde passar
Sabendo que onde estiver, estarei a te observar, zelar, guardar...
Você mora no lado esquerdo do meu peito
E sempre que precisar terá meu braço direito
Estendido para te levantar
Ou os dois para te abraçar

Que os deuses estejam a lhe proteger
Que o universo esteja sempre com você
Mantenha a cabeça erguida
Para quando passar, não passar despercebida.

Quando teus olhos encontrarem os meus
Verei todos anseios teus.

Tua pele branca é como símbolo da paz
Estado de harmonia que sempre me trás.
Quando tua boca se calar, que fale pelo olhar
Se puder acreditar, saberá que ali sempre vou estar.

Que teus braços encontrem os meus
Que em teu abraço me sinta teu
Era para feliz aniversário desejar
Mas acabei por me declarar.

Arjuna Borges Macedo Autor Arjuna Borges Macedo MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE