POESIAS

VOLTAR

Espelho

Espelho

A gente fica se olhando
Se encarando
Quando um sorri
O outro quase instantaneamente sorri.
Mas mesmo assim
Eu fico observando
Imaginando por onde tens andado
Em que tem se metido.
Será que é amado,
Ou será que só tem sofrido?
Parece que ele leu meu pensamento
E por um momento
Apareceu uma ruga sobre seu olho
Seus olhos negros estão vazios.
Mas lá no fundo eu vejo um brilho
Quem sabe de esperança
Talvez seja a eterna criança
Que ainda está ali
E ela está a sorri.
Me afasto e ele não mais me vê
Mas sei onde o posso achar
Ele está bem perto
Nem preciso procurar
É só ir no espelho
E poderei o encontrar.

Antonio Oliveira

 Antonio Oliveira Autor Antonio Oliveira MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE