POESIAS

VOLTAR

A morte de um Poeta

Não me atrapalhe agora
Estou ocupado demais
Me apaixonando por você
Que até essas poesias
São tantas agonias
Pra um poeta escrever

Não se deixe iludir
Estou correndo do coração
Que bombeia o mesmo sangue
Que grita o teu carinho
Não me incomode se for pra ficar com roupa
Não se incomode se não for pra tirá-la

E não se deixe levar por mim
Fujo disso e anseio isso
Como qualquer bom idiota
Que lástima,
esse sentimento
Como posso sorris assim
E desejar-te tanto
Como posso me agoniar só de pensar
Que não está aqui
Como diabos vou morrer
Só de saudade
Por que agora sinto que nunca pertenci a esse mundo
Como te pertenço?
Onde estava o aviso disso
A este desavisado

E amanha a trágica notícia nos jornais
Este poeta morreu por amar demais 

Não é o Muka Autor Não é o Muka MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE