POESIAS

VOLTAR

Bloco de notas

Ola, querido bloco de notas
Ou oi a mim mesma
Demorei para usar você alguns meses, nem parece que a gente se encontrava pelas noites vazias e solitárias como hoje.
Gostaria de dizer que tudo está perdido
Não sei como voltar
A vontade de ir não existe
Estou aqui
Não é bom
Quando perdi minhas esperanças
Talvez em um anúncio que assisti e repeti por anos
Talvez depender desse rótulo que existe
Mesmo não querendo ser alienada
Me sinto presa
Mais não sou o preso
Minha prisão vive em explosões de sentimento dentro do peito
Sentir demais
Prazer sou eu.

Thais Campos Autor Thais Campos MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE