POESIAS

VOLTAR

Uma só palavra


Uma palavra inquieta
Feito um botão
Que quer se abrir
Atravessa meus olhos
Corre-me pelo corpo
Vem de meu coração
Umedece meus pensamentos
De puro prazer
Quer sempre me dizer
Como uma flor
Recebe um beijo do sol
No brotar da manhã
No encanto desta palavra
Que é maior que a razão
Medindo da ponta dos cabelos
Ela compreende além das léguas
De minhas fronteiras
Ocultas em minha emoção
Um grito salta de mim
(De dentro de meu silêncio)
Falo: _Amor!

(Antologia 58.)

Teresa C C de Sousa Autor Teresa C C de Sousa MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE