QUEM SOMOS?

VOLTAR
Presidente

O poeta só morre quando suas poesias não são lidas. Fernando Pessoa dizia que morrer é apenas não ser mais visto. Quer dizer que, se ninguém o lê, o poeta não existe.

Avaliando conceitos como estes, e imaginando quantos poetas perderam suas inspirações exatamente pela ausência de leitores é que tomamos a iniciativa de criar este reduto - para quebrar este ciclo - incentivando jovens poetas a darem continuidade a suas poesias, bem como estimulando aqueles já conhecidos a disponibilizar suas obras de sorte a agregar valor através da notoriedade.

Entendo que a poesia é a radiografia da alma e portanto sem idade para começar ou data para um fim. Seja um prodígio de poucos anos ou um jovem de espírito centenário, todos podem ser aqui abrigados, lidos e admirados.

Nada é tão tocante e bonito como - por exemplo - enviar uma poesia no dia dos namorados acompanhanda de flores que o jardineiro plantou, ou mesmo apenas a poesia se você estiver literalmente liso. Ou no Dia Mundial da Terra mostrar suas preocupações com o futuro do planeta para aqueles que você quer bem!

Não importa se esta inspiração foi sua ou de outro poeta. Quem ler uma poesia ou recebe uma flor sentirá uma emoção compartilhada, portanto escolha a que lhe toca o coração e click no ENVIAR.

Um conselho gostaria de levar aos que ainda não descobriram este dom universal: comer, coçar e compor poesias, é só começar. Comece agora e seja bem-vindo.

João Freitas Filho