POESIAS

VOLTAR

Capto

Escureceu, me fiz vento.
Viajo noutro pensamento,
atento interajo com o sutil
igual não se viu, de fato lento.
Sorriso renovado, porém atento.
Ciente da complexidade
buscando a simplicidade,
seguindo a luz da verdade
sendo maior que a cidade.
Sombra e luz, vazio.
Mergulho fora do rio.
O antes de tempo, nome e forma,
apego, desejo, orgulho e vaidade,
antes do antes, a pura verdade,
do oco, humildemente a luz jorra.
Eu continuo, não só me adapto,
eu evoluo, fluo, eu capto.

Leo S.

Leonardo A Simões Autor Leonardo A Simões MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE