POESIAS

VOLTAR

Do que adianta

Do que adianta

Do que adianta ter olhos azuis
Se o seu olhar ainda transmite escuridão.
Do que adianta um sorriso de júbilo
Se o seu rosto ainda transmite consternação.
Do que adianta ter liberdade e o poder de desfrutá-la
E ainda viver preso em seu egocentrismo.
Do que adianta a doçura do teu abraço para confortar-me de um problema
Se teus braços ainda continuam cruzados para solucioná-lo.
Do que adianta permanecer em silêncio diante de situações conflituosas
Se os seus argumentos ainda gritam.
Do que adianta ter lábios tão dóceis e delicados
Se o teu beijo ainda continua amargo.
Do que adianta pronunciar inúmeros discursos gentis
Se as palavras de murmuração ainda continuam engasgadas em sua garganta.
Do que adianta sonhar por um futuro promissor e próspero
Se suas ações para alcançá-lo ainda permanecem dormindo.
Afinal, do que adianta?

Brenda Castro

Brenda Castro Autor Brenda Castro MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE