POESIAS

VOLTAR

Dois Finais

Meu pensamento vive rondando tua imagem
E o meu alcance clama pela melhor saída
Quem pode saber do nosso lar, das nossas viagens
Atrás de dias e noites unidos em um só nessa vida?

Teus olhos são pegadas
Que sigo sem parar, impaciente
E as lembranças sempre reanimadas
Falam que em mim tu estás presente

Formosa e sedutora
Dos teus truques faz bom uso
Em todos eles caio de forma assustadora
E a opção de te ignorar eu recuso

Meus pés estão mais cansados
Porém, eu espero e ainda posso te levar
Por vários passeios planejados
Pelo coração de quem sorri ao te enxergar

Sinto medo, pois acostumado eu sou
Dos desencontros que me são conhecidos
E se hoje vejo o que restou
São velhos sorrisos que foram esquecidos

Motivos costumam escapar dos meus dedos
Só não escapa a certeza de que posso mais
Lugares e momentos conspiram segredos
Nas histórias de amor que possuem dois finais

E assim tento vencer uma luta
Que nem sequer começou
Mereciam entrar na disputa
Quem contra nós vai ficar e já ficou?

Abracemos então os segundos e instantes
Que por enquanto são nossos únicos aliados
Nesses dilemas de corações distantes
Que se forem reunidos serão rejeitados

"Eu espero se tu me esperar", é o que digo
Viver por um juramento
É o preço pra quem busca ficar contigo
Se não agora, em algum tempo

Meu bem, eu confio no futuro
Ele te prometeu pra mim
Com ele do meu lado estou seguro
De que tu e eu estaremos juntos no fim

Junho/2014

Samuel Garcia Autor Samuel Garcia MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE