POESIAS

VOLTAR

Sonho

Sonho

Ontem quando a noite
Já em limite
Pendeu

Timidamente se rompeu
Aquele breu
Para me mostrar
O teu rosto

Duvidei

E não arrendei pé
Até que outro tom
Me trouxe de volta

E continuado o sonho
Me peguei
E me senti dona
De mim de ti

Enquanto foi noite
E até não haver sonho

Lina Ramos

Lina Ramos Autor Lina Ramos MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE