POESIAS

VOLTAR

PROCURA

Passo por tantas portas durante o dia
Entro e saio vou e venho nada me segura
De um cômodo a outro buscando o futuro

Penso que nada me surpreende
Porem insatisfeito com a estrutura
Desse indescritível labirinto
Reclamo tua ausência
A essa troça que arde o peito e angustia

Necessito-te ávido
Acima de todo escrúpulo
Desprendido de alicerces
Longe dos parâmetros
Apesar do acúmulo dissimulado
Dessa tosca aventura

Andarei a eternidade
Indecifrável à tua procura

Paulo S Rosseto Autor Paulo S Rosseto MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE