POESIAS

VOLTAR

Fora d'água

Se sentir um peixe fora d’água
Por que olhos te consomem
No que tu pensa, diz e faz
Não finja ser outra coisa
Pra agradar seja lá quem
Busque sempre sua paz
Seu rio pode ser pequeno
Pra estes vazios olhares
Mas lá fora, são imensos
Outros rios, outros mares

Divaldo F S Filho Autor Divaldo F S Filho MEU PERFIL
ENVIE POR E-MAIL
DENUNCIE